Como os alimentos fermentados são mais nutritivos?

Duas maneiras principais:

1. Eles fornecem uma rica fonte de probióticos (microrganismos úteis) em suas formas mais naturais (vs. probióticos suplementares). Isso ajuda a melhorar nossa digestão, função imunológica e saúde geral, bem-estar e longevidade.

2. O processo de fermentação também “neutraliza” (isto é, decompõe / age sobre) muitos inibidores digestivos, antinutrientes e compostos similares para tornar a comida menos problemática e mais nutritiva. Exemplos específicos aqui referem-se a soja fermentada e grãos fermentados (sourdough). Em grãos e feijões, compostos como o ácido fítico, que podem interferir na absorção e digestão de nutrientes, são quebrados, enquanto na soja os compostos que simulam o estrogênio também são transformados.

Apenas certifique-se de que seus alimentos fermentados são da mais alta qualidade: soja fermentada como tempeh apenas de fontes orgânicas (para evitar OGMs), chucrute, picles ou outros vegetais fermentados da fermentação de salmoura natural, etc. E é importante não cair os iogurtes comerciais como alimentos probióticos saudáveis, pois são nada menos do que alimentos altamente processados ​​com muitas propriedades indesejáveis ​​e aditivos. Se alguém sente a necessidade de consumir produtos lácteos fermentados, deve vir apenas de fontes orgânicas e estar o mais próximo possível da sua forma natural (ou seja, simples, sem aditivos, etc.)