Como o exercício pode afetar os processos de cura?

Positiva e negativamente, dependendo do que está se curando e qual o exercício.

Por exemplo, um paciente cardíaco que acabou de fazer uma cirurgia de bypass precisa se exercitar. Mas se ele exercitar demais, ele pode causar danos, como estourar o fio de metal que mantém o peito junto. No entanto, a maioria dos pacientes cardíacos são obesos, por isso o exercício estimulará a circulação colateral, promovendo assim o transporte de oxigênio e nutrientes para o resto do corpo. Isso reduzirá o inchaço e ajudará a fortalecer seu coração.

A mesma coisa com qualquer atleta que tenha uma lesão.

Muitas pessoas que estão se curando ficaram sem exercício por um tempo, então os músculos podem ter regredido. É importante recuperá-los, porque a atividade aumenta a circulação. Mas muito e estresse pode prejudicar ainda mais a lesão.