Está trabalhando em uma academia saudável?

Sim e não. Não é o treino em si, é o que faz um bom plano de nutrição e exercício para o seu corpo. Então você pode obter os mesmos resultados em casa com o mínimo de equipamento. Por exemplo, você pode reduzir a sua massa gorda, o que faz com que você seja sensível à insulina, o que é o oposto dos precursores do diabetes tipo II. Por exemplo, levantar pesos aumenta sua densidade óssea e constrói alguns músculos para estabilizar sua postura. Então, existem muitos efeitos positivos que vêm da atividade física e nutrição. Para mais informações, você pode dar uma olhada no meu blog TURN. Nesta plataforma você pode encontrar as noções básicas de nutrição e logo a série de exercícios básicos (iniciada recentemente, atualizada a cada duas semanas na sexta-feira) para perda de gordura, melhora do corpo e transformação do corpo. Eu sei que meu blog é realmente feito para atletas que querem maximizar sua aparência física, mas ainda há muita informação sobre alimentação saudável e exercícios. Eu recomendaria escolher o que é útil para você e ignorar o que você não precisa / quer alcançar. Eu ficaria feliz se é isso que você está procurando e se isso ajuda você.

Pode ser, mas definitivamente não é a única maneira de ficar saudável. O exercício é gratuito e pode ser feito em qualquer lugar, seja andando, caminhando, andando de bicicleta, correndo, etc. Você pode correr sprints no parque ou até mesmo nadar.

Um ginásio torna bastante conveniente e geralmente você tem acesso a centenas de milhares de dólares em equipamentos por apenas alguns dólares por dia.

Exatamente, em um bom ginásio, você receberá personal trainers que poderão treinar profissionalmente. quando você começa a treinar em casa sem nenhum guia, existe a chance de machucar seus músculos e nervos

Sim.Extremamente Saudável

A resposta óbvia é sim. Trabalhar em qualquer lugar é mais saudável do que não funcionar. Se você acha que talvez haja muitos germes, garanto que, se você perguntar a algum médico, eles dirão que há mais riscos em não trabalhar do que se preocupar com os germes.